Irmão de Pablo Escobar processa a Apple

Irmão de Pablo Escobar processa Apple por falha de segurança no iPhone.



A Apple foi processada por Roberto Escobar, irmão do traficante colombiano Pablo Escobar, por uma falha de segurança no iPhone X que teria sido responsável por vazar seu endereço através do FaceTime. Roberto alegou que recebeu diversas ameaças de mortes depois do ocorrido. Para ter esse dano reparado, ele quer que a empresa pague US$ 2,6 bilhões em indenização.

Ele teria comprado o iPhone X em abril de 2018, segundo informações divulgadas pelo site TMZ. Um ano após a compra, Roberto recebeu uma carta em sua casa com ameaças de morte de um homem chamado Diego — o que fez com que ele se mudasse.

Nos documentos do tribunal, o irmão de Pablo Escobar afirma que sempre sofreu com esse tipo de ameaça e decidiu comprar o dispositivo para evitar invasores e proteger sua privacidade, após um funcionário da Apple alegar que o modelo era o mais seguro do mercado.


Segundo o próprio reclamante, o dispositivo foi invadido devido a uma falha de segurança do FaceTime. Roberto ainda afirmou que, caso vença o processo, ele dividirá a quantia com outras pessoas que "foram enganas pela Apple" e doará o resto do dinheiro.

Não é a primeira vez que a Gigante de Cupertino é processada pela família Escobar. Após lançar um celular dobrável e supostamente inquebrável em 2019, Roberto entrou com uma ação coletiva contra a empresa para devolver os “lucros obtidos ilegalmente ao povo”. Na ocasião, ele pedia uma indenização de US $ 30 bilhões.


fonte: https://www.tecmundo.com.br/mercado/153566-irmao-pablo-escobar-processa-apple-falha-seguranca-iphone.htm