Marketing de Guerrilha

Você conhece o marketing de guerrilha?


O termo marketing de guerrilha faz jus ao nome que leva, já que é mais direto e, por vezes, até mais agressivo que outras formas conhecidas de divulgação. Aliás, não é difícil entender o porquê: A origem do nome foi criado pelo publicitário americano Jay Conrad Levinson no final dos anos 70, inspirado pela guerra do Vietnã.


A estratégia é utilizada por empresas que desejam promover produtos e serviços de forma pouco convencional, criando uma experiência memorável no consumidor Para uma campanha de marketing de guerrilha ser bem-sucedida, não é necessário gastar grandes quantias em dinheiro. Mais importante é ter criatividade. Por isso que ações desse tipo são feitas muitas vezes em locais públicos, de grande circulação, como shopping centers, parques e praias.



Conscientização

Para criar o conceito, o autor se inspirou nas técnicas utilizadas pelo Vietnã do Norte durante a guerra. Como dispunham de bem menos recursos que o Vietnã do Sul que tinha os Estados Unidos como aliados, os norte-vietnamitas utilizavam estratégias para combater e atrasar os inimigos. Com o abandono de canais mais tradicionais, a ideia foi migrando também para o ambiente virtual. Hoje, a garantia de sucesso de uma campanha de marketing de guerrilha é a viralização nas redes sociais.



Kit Kat

Kit Kat

Uma ação simples e criativa da Nestlé foi pintar um banco de madeira com as cores do Kit Kat, metade chocolate e metade embalagem.



Hopi Hari

Mc Donalds



Gostou? Entre em contato e vamos aplicar a mente criativa na sua empresa.


www.zayedconsultoria.com